Exames solicitados

Durante toda a gravidez você vai precisar fazer um monte de exames para verificar a evolução da gravidez, saúde da mãe e desenvolvimento do bebê. É importante que você saiba para que serve cada um deles, para caso o seu médico não peça você possa questionar o porque.
No primeiro trimestre
Hemograma completo – muito importante para o diagnóstico de anemia.
Determinação do grupo sanguíneo e fator Rh – para verificar se pode haver incompatibilidade sanguínea entre a mãe e o feto (eritoblastose fetal). O exame é feito com uma amostra de sangue.
Quando a mãe tem o fator Rh negativo e o feto positivo, os anticorpos dela atacam o sangue do bebê. Se for diagnosticado no início da gestação pode ser tratado.
Glicemia de jejum – serve para diagnóstico da diabetes gestacional. É feita a coleta do sangue em jejum para determinar a concentração de glicose no sangue.
Exames de sangue para hepatite BtoxoplasmoseHIVrubéola e sífilis.
Exame de urina – para verificar a presença de infecção urinária.
Ultrassom obstétrico – para saber o tempo de gestação e para prognóstico de doenças cromossômicas ou malformações.
Papanicolau – para detectar câncer do colo de útero.
No segundo trimestre
Os exames de sangue (Sífilis,hepatite B,toxoplasmose,rubéola) são repetidos.
Glicemia de jejum é feito novamente e o exame de tolerância a glicose, que é feito com a coleta do sangue em jejum e depois de tomar um líquido doce para determinar a concentração de glicose no sangue. Ambos são para avaliar se há tendência de diabetes gestacional.
Ultrassom obstétrico morfológico – para analisar a formação dos órgãos fetais.
No terceiro trimestre
As sorologias ( Sífilis, hepatite B, toxoplasmose, HIV, rubéola ) e os exames de sangue são repetidos.
Ultrassom obstétrico – é feito na reta final da gravidez para avaliar o crescimento fetal, verificar se há complicações como desnutrição ou excesso de peso,controla o volume de líquido amniótico e as condições da placenta.
Em todas as consultas de pré natal será aferido a pressão arterial e verificado o seu peso.
Gravidez de alto risco
Quando a gravidez recebe essa classificação se torna necessário um monitoramento maior da mãe e do feto, mas os exames solicitados variam conforme o problema. Em casos de mães diabéticas o controle da Glicemia é frequente, em casos de hipertensão a pressão arterial tem que ser controlada. Nestes casos também é solicitado ultrassonografia com mais frequência. Em alguns casos torna-se necessário fazer alguns exames mais invasivos como: biópsia de vilo corial que retira fragmentos placentários e a amniocentese que é a retirada de líquido amniótico com uma agulha, ambos exames tem como objetivo de detectar anomalias. A cardiotocografia (que faz um registro da frequência cardíaca fetal e das contrações uterinas) e a dopplervelocimetria fetal (que mede a velocidade do fluxo sanguíneo na placenta), também são pedidos neste tipo de gestação.

Nenhum comentário

Deixe sua opinião ou mensagem de carinho ♥ caso seja algo mais pessoal, pode falar comigo através do formulário que esta no menu principal.

Tecnologia do Blogger.